Como instalar e decidir o posicionamento dos painéis fotovoltaicos?

Como todos sabem, os painéis fotovoltaicos são verdadeiras revoluções no conceito de geração de energia limpa, com investimento financeiro viável e nenhum impacto ao meio ambiente.

Utilizar de uma fonte de energia gratuita, limpa e acessível como o sol faz toda a diferença em uma sociedade que coloca seus recursos naturais em risco, em troca de desenvolvimento através de fontes de energia nocivas ao planeta e ao homem.

Mesmo sabendo de todos os benefícios, é preciso entender que a instalação dos painéis fotovoltaicos e suas posições também são fatores cruciais para o bom funcionamento dos mesmos.

Sem entender como instalar os painéis fotovoltaicos e em quais posições eles devem permanecer, todo o investimento feito pelo empreendedor ou pelo cidadão comum que queira gerar energia limpa pode acabar se transformando em prejuízo no futuro.

Por isso, nós da Repensa Energia elaboramos um guia de informações úteis e acessíveis para que você possa entender como é decidido o posicionamento dos painéis fotovoltaicos e quais características devem ser observadas antes de realizar a colocação dos mesmos.

Qual a importância do posicionamento dos painéis fotovoltaicos?

Como foi dito anteriormente, é preciso que, antes de instalar os painéis fotovoltaicos, é necessário que se compreenda alguns fatores importantes sobre o posicionamento dos painéis. Abaixo, elencamos as características mais importantes da colocação e o posicionamento, que não podem ser relevadas de forma alguma:

  • Melhor posição: a posição ideal para instalar os painéis fotovoltaicos em território brasileiro é voltada ao norte geográfico. Uma vez que ao amanhecer, o sol surge do Leste e ao decorrer do dia, ao fazer o seu caminho para o Oeste, ele se inclina para o Norte, suas placas serão capazes de gerar o máximo de energia que puderem, uma vez que irão captar o auge da irradiação solar. Logo, se o prédio que você pretende instalar o painel tem um telhado voltado para o norte e não possui sombras, a instalação do seu sistema terá uma maior eficiência, se comparado a mesma potência de sistema instalado por exemplo em um telhado voltado para o leste.
  • Sistemas fotovoltaicos e rede elétrica: para sistemas de geração de energia fotovoltaica, ligados à rede elétrica, o ângulo para instalação deve ser igual ao da latitude do local. Por exemplo, a latitude da cidade de São Paulo é 23°. Logo, a posição de um painel instalado nessa cidade seria Face Norte com 23° de inclinação.
  • Telhados diferentes: Outra característica a ser observada é que, caso o cliente esteja em dúvida em qual telhado instalar suas placas fotovoltaicas, uma vez que ela tenha telhados em direções diferentes, é importante considerar o que possui a inclinação menor do que a latitude do local.
  • Equipe de instalação: a posição, a latitude e os telhados diferentes devem ser analisados antes da instalação. Mas a equipe, o profissionalismo dos instaladores e os equipamentos também são características que devem ser observadas antes de o cliente optar por instalar os painéis fotovoltaicos. Mesmo sabendo de todas essas informações, é a equipe que tomará a frente do processo.

A importância da energia fotovoltaica e de placas bem instaladas

Como vimos, existem diversas características que devem ser observadas antes de se instalar as placas fotovoltaicas. Cabe ao cliente e equipe se equipar de todos esses conhecimentos para que a instalação seja bem sucedida e todos saiam ganhando: empresa de instalação, cliente e meio ambiente.

A Repensa Energia conta com sistema de dimensionamento avançado que calcula todos os dados necessários e reais para o local de instalação. Este sistema toma como base o histórico dos últimos anos de irradiação, temperatura, particularidades do empreendimento (telhado, inclinação, etc) e demais aspectos climáticos que impactam na geração de energia.

Digite o que você procura